Você já xingou alguém no trânsito e depois se arrependeu? Já brigou com seu filho de maneira desproporcional e não soube explicar o motivo? Se desentendeu com um colaborador no trabalho e depois ficou se perguntando porquê?

Se você quer aprender a identificar quando esses momentos estão prestes a acontecer, e ter controle das suas emoções e atitudes a fim de evitá-los, esse post é o primeiro passo que você pode dar para aprender a gerenciar o estresse e viver uma vida plena.

O estresse é um dos grandes problemas do mundo atual, todos nós parecemos saber disso, mas nossas atitudes não refletem esse entendimento, justamente porque essa maneira descontrolada com que agimos evidencia o contrário.

Segundo a  Organização Mundial da Saúde (OMS), o estresse já atinge 90% da população mundial. Só no Brasil, 70% já sofrem com esse mal.

O Brasil é o país mais ansioso do mundo e consome 56,6 milhões de caixas de calmantes e soníferos (OMS). E apesar de números tão altos, não é tão fácil perceber como os sintomas surgem. Quer aprender a gerenciar seu estresse?

 No post dessa semana te mostrarei como a Inteligência Emocional pode te ajudar, e como aprender a gerenciar suas emoções traz benefícios incalculáveis para todas as áreas da sua vida.

 

Não banalize o estresse

Da mesma maneira como o estresse atinge um alto número de pessoas, é também proporcional o número de indivíduos que trata o stress como algo banal.

Você já deve ter ouvido algumas pessoas falarem que para evitar o stress, é não ficar nervoso ou ansioso, certo?

Mas não é bem assim, o mundo evoluiu e trouxe muitos benefícios, mas em contrapartida, também são muitas as situações que geram estresse.

Não é tão fácil manter a calma no dia a dia, o mundo é hostil e somos testados o tempo todo: cobrança excessiva no trabalho, desemprego, falta de tempo para o lazer e a família, necessidade de aprovação social, filhos, bancos, dívidas, e a lista vai além…

Reconhecer o estresse não é tão fácil, e em muitos momentos, as pessoas só o reconhecem quando atingem um nível muito alto, quando chegam a desenvolver uma depressão por exemplo.

Por mais que existam pessoas com uma alta capacidade de adaptação, não é uma tarefa fácil gerenciar o estresse ou identificar os gatilhos que o provocam.

E dessa forma, seja a médio ou a longo prazo, as consequências geradas pelo estresse podem ser grandiosas, afetando as nossas relações e principalmente a nossa saúde.

Por isso é tão importante não banalizar o estresse e tratá-lo com seriedade. É preciso ficar atento aos sinais, o nosso corpo é o primeiro a reagir: coração acelerado, corpo suando, taquicardia, pálpebras tremendo, dor de estômago, problemas de sono, irritação…

Não encare o estresse apenas como a “doença da moda”, não o mascare, dê atenção ao que seu corpo está lhe dizendo e aprenda a identificar os gatilhos que provocam em você essas sensações.

 

Todo estresse tem um gatilho

É importante saber que o estresse é uma reação natural do nosso organismo, mas, o que pode nos levar a ponto de explodir? Como identificar os gatilhos que nos despertam o estresse?

 Cada um reage a uma determinada situação de maneira diferente, e como sabemos, são muitas as situações estressantes no dia a dia.

Vou te dar um exemplo simples que afeta a vida de muitos de nós, e que com certeza vai te ajudar a ilustrar melhor essa situação: perder tempo no trânsito.

Quantas vezes você se viu preso num engarrafamento, dentro do seu carro, ou no transporte coletivo, e se pegou irritado, nervoso e impaciente?

Situações como essa, ativam nosso cérebro e liberam hormônios como adrenalina e cortisol. Esses hormônios causam em nós diversas sensações, nesse exemplo, gera um estado de alerta, causando irritabilidade, desequilíbrio e nervosismo.

Agora imagine chegar em casa depois de ter vivenciando essa situação e encontrar o quarto do filho bagunçado? Certamente em outra circunstância, essa bagunça seria uma situação normal, mas o contexto de bagunça vira uma situação de estresse num piscar de olhos.

E por que P.A.? Porque o tempo perdido no trânsito se transformou rapidamente num gatilho que “detonou” a situação de estresse seguinte. Provavelmente sem a descarga de adrenalina gerada pelo trânsito não houvesse estresse por conta do quarto bagunçado.

O trânsito nesse evento claramente foi o gatilho para o estresse. E existem muitos outros gatilhos que nos cercam o dia todo, prontos para virarem estopim. Cabe a nós aprender a identificá-los.

Aprender a olhar para o estresse de maneira positiva faz com que nós interpretemos a realidade de maneira também positiva.

A forma mais eficiente de encontrar esse olhar positivo diante do estresse, aprendendo a identificar os gatilhos e os momentos que eles surgem, é desenvolvendo a Inteligência Emocional!

 

Inteligência Emocional para gerenciar o estresse

 

A melhor maneira de evitar o estresse é conhecendo mais a si mesmo, não existe outra opção. Aprender sobre seus limites e “ouvir” o que seu corpo diz também contribui. Essa premissa é simples, mas por que ninguém pratica?

Eu acredito que o que falta é Inteligência Emocional (I.E).

As nossas alterações emocionais são responsáveis por muitas das nossas situações de estresse, ou seja, não saber lidar com situações difíceis, causa mais estresse.

O despreparo diante dessas situações só o potencializa, mas eu queria trazer para você uma visão diferente sobre o estresse, uma visão positivaComo assim P.A.? Não existe nada de positivo em se sentir estressado..

Eu te digo: a maioria das pessoas vê o estresse como algo negativo, e se estressam tentando evitar o estresse. Mas se nós fossemos ao seu encontro de maneira consciente, utilizando I.E, o estresse nos desenvolveria ao invés de nos prejudicar. Acredite, eu vou te contar como!

Imagine 2 pessoas: uma, enfrenta de maneira negativa um evento estressante, e a outra, tem uma resposta otimista. Qual a diferença entre essas duas pessoas?

A resposta é clara, uma tem mais capacidade que a outra de lidar de maneira diferente com o estresse, e poderíamos chamar essa capacidade de Inteligência Emocional. E o que isso pode gerar em nós?

Aquela que reage de maneira negativa ao estresse tem mais possibilidades de ficar doente, de ter um desgaste físico, de se sentir em um estado de derrota, e outras infinitas situações, mas, o estresse não acontece na vida de todo mundo?

 

O que fazer?

Mude o seu olhar! Pois aquele que vê o estresse como uma oportunidade para o sucesso aumenta a chance de ter alta performance na vida.

Um estudo do professor de Harvard e best-seller Daniel Goleman, com quem tive o privilégio de me certificar, apontam que quanto mais ativação cerebral você tem, mais atento você fica e mais performance tem.

Ou seja, quanto mais estresse, mais ativação cerebral e, portanto mais performance. Consequentemente, quando sua vida não tem estresse nenhum, você fica mais distante do alto desempenho também.

Mas é importante deixar claro, que existe um lugar de limite para esse estresse, e ultrapassandoo, você terá experiências ruins de baixa performance.

 

Como descobrir esse limite?

Vou lhe contar uma história fazendo uma analogia com o seu corpo, que vai fazer você entender rapidamente qual é o lugar desse limite.

Existe um conceito do stress que se chama oscilação, ele nos mostra que quando você faz um trabalho de força muito grande, isso automaticamente rompe suas fibras musculares, mas ao dormir e descansar, essas fibras se recompõem e ficam mais fortes.

E o que isso quer dizer? Que o estresse é o estímulo para o desenvolvimento, mas o que realmente nos desenvolve é a recuperação.

Leve esse conceito de estresse – estímulo – recuperação para o seu desenvolvimento, por exemplo, quando estiver em uma situação que te consome muita atenção, que te exige muito mentalmente, e que poderia te causar estresse, pare a cada 40 minutos e exercite seu corpo.

Isso restabelece o nível de energia em seu organismo. Tem pessoas que ficam mais de 8 horas sentadas trabalhando sem oscilar energia e movimentar o corpo.

Fazer paradas estratégicas ajuda a liberar hormônios importantes como a endorfina, serotonina, ocitocina, e elas provocam bem-estar, o oposto de estresse.

Por isso eu afirmo com muita certeza, o estresse leva você ao sucesso! A Inteligência Emocional diante das situações te traz resultados fantásticos na vida.

E agora, você está pronto?

Use o que estresse tem de melhor para você, e com certeza terá resultados incríveis. Quando estiver diante de uma situação estressante, perceba: “O que eu posso tirar de melhor?”

A nossa rotina e o mundo moderno podem acabar nos colocando em constantes situações vulneráveis, mas com certeza desenvolver a habilidade de I.E influencia positivamente nesse processo.

Quer saber mais sobre como gerenciar o estresse e como a Inteligência Emocional pode lhe ajudar a gerenciar todas as áreas da sua vida?

Venha participar do meu Treinamento APP – Alta Performance Pessoal, e descubra como ele pode transformar a sua vida. Ele já contribuiu para a transformação da vida de milhares de pessoas, essa é a sua vez!

A Inteligência Emocional é a competência do futuro, e o futuro começa agora. Aprenda a gerenciar o estresse e tenha uma vida plena. Até a próxima!

#Atitude que te move

Um abraço,

Paulo Alvarenga (P.A.)