Em minhas palestras, estou sempre falando sobre propósito. Este é um tema muito abordado atualmente e, talvez, você já esteja até cansado de ouvir falar nisso. Mas hoje eu decidi te contar por que eu acredito que ter em mente o seu propósito te ajudará a elevar a sua performance.

O que te faz levantar da cama todos os dias?

Imagine essa situação:

É segunda-feira de manhã e você é tirado de um sonho. Lá vem o despertador alertando que já são 6h. Num pulo, você coloca a opção “soneca” e, nos próximos 5 minutos que antecedem mais um toque, você se encontra num conflito.

O fim de semana passou voando e, agora, você não vê a hora de o próximo chegar. Afinal, aqueles 2 dias são o momento em que você pode dormir até mais tarde, colocar suas séries em dia, estar entre família e amigos, comer aquela comida deliciosa sem culpa e fazer o que você mais ama.

Só que chegou a segunda e, nesse momento, você está deitado na cama esperando pelo instante em que o tempo da soneca vai acabar, pensando:

  1. Não vejo a hora de chegar no trabalho e fazer as coisas acontecerem!
  2. Eu odeio segundas-feiras. Quanto tempo falta para a próxima sexta?

Nós precisamos falar sobre propósito de vida e o exemplo acima é uma das formas mais claras que temos para representar o impacto dessa palavra poderosa. Qual dessas opções você escolheria?

A maioria das pessoas passa a vida inteira acordando nas segundas-feiras desejando pela próxima sexta. Mas quando você descobrir o seu propósito, a sua vida será transformada para sempre.

Como minha performance pode melhorar com o propósito?

O propósito de vida pode ser conhecido por diversos nomes. Talvez você chame de objetivo, meta ou finalidade. Eu mesmo costumo chamar de Ikigai, filosofia japonesa que nos ajuda a conciliar nossa missão, paixão, talento e profissão, encontrando o motivo fundamental para levar uma vida com mais sentido.

O ponto complexo do propósito é que ele é especificamente SEU, então, se você não estiver conectado consigo mesmo, há uma grande possibilidade de que não escute o que está vivo dentro de você.

Por isso, se você espera que eu te passe a fórmula mágica para que você termine este artigo com seu propósito em mente, eu sinto muito em te decepcionar: não é bem assim.

Mas vou contar algo que me ajudou nessa jornada e que vai te ajudar. Para entender qual o seu objetivo de vida, você deve começar focando em ter respostas para perguntas poderosas como:

Qual o sentido no que eu faço para viver? O que eu faço com tanta energia que nem vejo o tempo passar? Sou verdadeiramente feliz com o que eu faço? E, por fim, o que me faz levantar da cama todos os dias?

Uma vez que você tiver a resposta para essas questões tão profundas, terá uma nova visão sobre todas as dimensões da sua vida. O trabalho, por exemplo, terá um sentido que vai além do dinheiro. Seus domingos não serão de aflição por mais um fim de semana acabado.

E a chave para tudo isso? O autoconhecimento para poder olhar para dentro e identificar os seus “porquês”. E eu tenho uma ferramenta ótima para isso: a Roda da Vida! Fazer a sua, com certeza, vai te ajudar a se conhecer melhor.

É hora de usar o seu GPS

Quando pensamos em performance, devemos sempre ter algo maior que nos motive a ir além. Você sabe bem que a trajetória é difícil: fácil mesmo é permanecer em nossa zona de conforto. Portanto, sem um propósito definido, é provável que você se perca no meio do caminho.

Eu costumo pensar no propósito como uma espécie de GPS. Quando sabemos onde estamos e para onde estamos caminhando, trilhamos o caminho com certeza, assertividade e foco. E, no momento em que algo nos desvia da estrada, recalculamos a rota. Com propósito, desistir não é uma opção.

Vamos juntos nessa?

Abraços,

Paulo Alvarenga (P.A.)
#Atitudequetemove